na linha do ‘recordar é viver’
importante rememorarmos
os parceiros da primeira hora

que apostaram em nossas ideias
quando elas sequer estavam
no guardanapo

é justamente aí que poderíamos
estar mais disponíveis
em nossas agendas complicadas
e sofisticadas

abertos a ideias mirabolantes
a maluquices intrigantes
a seres pensantes 24/7

mas temos uma certa queda
por modelos validados
comprovações métricas
e procedência de ‘confiança’

é assim que ampliaremos
a rede de fazedores de impacto?

é assim que abriremos a roda
pra muito mais gente entrar?

não sei
acho que temos caído
numa certa lógica dos investidores
de buscar opções já prontas
para o eldorado da escala

mas a vida segue pulsando
mesmo em tempos de sombras
lá nos campos de várzea
nos grotões deste país
em tanta gente batalhadora
que segue invisível
aos holofotes ecossistêmicos

é lá onde deveria estar
nossa atenção

é lá
onde há tanto por fazer
e por crescer

mas temos uma certa queda
por soluções prontas
que tempos atrás
tiveram seus dias de guardanapo
que já esquecemos

#impactonaencruzilhada

1 comments
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Penso que você vai gostar

envelhecer

“foi-se o tempo em que a vida dava tudo de bom e…

meu unicórnio era um pangaré

que ótimo! apostei todas as fichas no unicórnio dourado mas logo após…