tire o seu piercing do caminho
que eu quero passar
com a minha dor

essa canção me faz pensar
no quanto temos tido dificuldade
de nos aproximar mais
no campo socioambiental

fica sempre a sensação de que há causas
na primeira prateleira da relevância
enquanto outras
podem esperar

a questão é como
e quem
tem condições de fazer
essa classificação?

o social e o ambiental
andam por trilhas paralelas
e dentro delas
há diferenças e divergências

o mico leão
a amazônia
ou as mudanças climáticas
devem ser pautas prioritárias?
quais?

a fome
a desigualdade
ou a diversidade
devem ser prioritárias? quais?

a vida humana
vs
a economia

note como abordagens binárias
não deveriam ser o nosso caminho
de análise

afinal
a realidade socioambiental
é muito mais complexa
do que o fla-flu político
que nos rodeia
de uns tempos pra cá

ou negócio
ou impacto

ou filantropia
ou investimento

ou ONG
ou empresa

enquanto não temos conseguido
atuar com mais ‘brodagem’
entre os ‘fazedores de impacto’

vamos vendo marcas e caroneiros
se tornando supostos
porta-vozes desta ou daquela causa

que entregamos de bandeja
em troca de alguns trocados
em troca do bilhete para o mainstream

pose para a foto

#impactonaencruzilhada

1 comments
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Penso que você vai gostar

envelhecer

“foi-se o tempo em que a vida dava tudo de bom e…

meu unicórnio era um pangaré

que ótimo! apostei todas as fichas no unicórnio dourado mas logo após…