árvores floridas
passam despercebidas
por tantos fazedores de impacto

talvez o novo shoppinga
da cidade
desperte mais a atenção

ou quem sabe
o quase novo unicórnio do mercado

a pobreza no farol
e sob o viaduto superfaturado
parece ter se tornado ‘aceitável’
entre fazedores de impacto

essa existência talvez
siga justificando a existência
de muitos de nossos projetos

a redução de espaços democráticos
não parece sensibilizar
fazedores de impacto

que preferem celebrar
cifras milionárias
supostamente pró-impacto
numa estratosfera meio distante
do chão desta fábrica

qual impacto?

não importa
não questione

apenas sorria

enquanto entregadores de app
e
‘vidas negras importam’
nos dão uma aula de engajamento cívico

seguimos celebrando
homens-brancos-faria-limers
como os novos líderes
de um certo impacto social

a vida segue produzindo desigualdades
em escala

e
se você caro(a) leitor(a)
também anda, como eu
meio cansado desse papo
de ‘novo normal’
e ‘nova economia’

e
entende
que há camadas mais profundas
nesta discussão
que não têm sido trazidas à tona

te convido a conhecer meu novo livro
– A EPIDEMIA DO IMPACTO –

à venda aqui
https://lnkd.in/eEKdPvJ

agradeço à Aupa pela parceria

#impactonaencruzilhada

CategoriesImpacto Social
Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Begin typing your search above and press return to search. Press Esc to cancel.