não sou fluente em inglês
como deveria e gostaria
e já perdi ótimas oportunidades
profissionais por conta disso
(sigo perdendo)

É triste ver profissionais
que falam trocentas línguas
mas, no fundo
têm pouco a dizer

Sobram métodos
falta conteúdo

Sonho um dia em tirar um sabático
(Nova Zelândia, um sonho exótico e caro)

Me alegraria mesmo é ver gente ‘da base’
tendo esse tipo de oportunidade

Uma coisa é fazer um sabático
tendo retaguarda material e familiar
(não é o meu caso)

se der ‘ruim’
é só voltar e recomeçar
com tempo infinito de carência

Outra coisa é encarar um sabático
tendo que fazer uma reserva
pra seguir bancando as contas da família
e ainda
voltando com algum $
pra recomeçar

Vejo aqui e acolá
pessoas rodando o mundo
eventos, viagens, imersões
Que lindo

Mas queria mesmo é saber o que elas fazem
quando aquela conta vence
e o din din acaba

triste preocupação decidir
quem será a retaguarda da vez

pose para a foto

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Penso que você vai gostar

meu unicórnio era um pangaré

que ótimo! apostei todas as fichas no unicórnio dourado mas logo após…

envelhecer

“foi-se o tempo em que a vida dava tudo de bom e…