em alta antes da pandemia
P R O P Ó S I T O
era tema fácil aqui e acolá

mas
há propósitos e propósitos
e
nem todos buscam gerar
transformações positivas, coletivas
para o planeta e sociedade

algumas formulações de ‘propósitos’
até mesmo
remam em direção contrária a esta

mas não era de se esperar
que no pós-pandemia
iria ganhar terreno um propósito
mais transformador?

talvez
mas

sem esforço estruturante
sem desconforto aos que
estão por ‘cima da carne seca’

sinceramente
dá pra crer que isso seja possível?

não defendo a revolução armada
tampouco nos afundarmos
num mundo de negacionismos

tampouco creio que o mercado
resolverá todos os problemas sozinho

enquanto isso
nós
cidadãos, pessoas físicas e indivíduos
seguimos fazendo cara de paisagem

ora evitando qualquer mudança
em nossa esfera individual

ora supondo que
apenas atitudes individuais
vão resolver os problemas

ora nos esquivando
de uma reconexão
com a natureza
e com a esfera pública

não morro de amores por
Winston Churchill
mas
ele foi muito feliz nesta célebre frase:

“a democracia é o pior dos regimes
à excepção de todos os outros”

‘propósito’
que flerte com autoritarismo
e obscurantismo:

é deste ‘propósito’ que estamos falando?

#impactonaencruzilhada

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Penso que você vai gostar

envelhecer

“foi-se o tempo em que a vida dava tudo de bom e…

meu unicórnio era um pangaré

que ótimo! apostei todas as fichas no unicórnio dourado mas logo após…