Impressiona
a qtde de gente aqui
passando pano pra
dura realidade que atravessamos

‘Criei um negócio de impacto
pra resolver um problema social
mas não não quero saber
dos outros problemas
que geramos’

‘Estou focado na meta
e que se exploda assuntos da política
cortes de verbas da educação
vaza jato e bla bla’

‘Votei no amoedo
e não tenho a nada a ver com
esse fla-flu que virou o país’

Falas como essas
embora não ditas aqui
expressam parte destas visões do
‘não tenho nada a ver com isso’

E pra nós que
atuamos com impacto?

Nós também achamos
que o satélite errou?
que a terra é plana?
que a ditadura foi boa?

Vamos seguir como avestruzes
e enterrar nossas cabeças
pra isso tudo aí

do lado da sociedade civil
e universidades públicas
o cenário é preocupante

do lado empreendedor
tirando a pejotização
e um monte de outras coisas
que nunca vêm ao caso
o foco segue na meta
custe o que custar

do lado do serviço público
tem muita gente boa
na geladeira
ou tirando licença

e pra piorar
passamos a enxergar
(sem precisar de satélites)
o boom da fome, da pobreza
da violência, da desigualdade…

e muitos de nós empolgados
com os patinetes elétricos
e a nova série do netflix

levante os pés
que a moça
precisa passar o pano…

#impactonaencruzilhada

Compartilhe
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Penso que você vai gostar

Sessão da tarde

Um fenômeno vem intrigando o Linkedin conteúdos que ficam em ‘looping’ tipo…
Compartilhe

ressaca

joãozinho foi disruptivo demais e seus métodos ágeis em sala de aula…
Compartilhe