havia um tempo
em que um tal
capital paciente
tinha, de fato
paciência

aceitava esperar mais tempo
topava assumir riscos
e
financiar coisas
léguas de distância de
ter modelo de negócio

apoiava org e projetos
longe dos holofotes

topava financiar
coisas que lhes retornassem
impacto positivo

já ciente
que o capital não retornaria

parece que esse tempo
vai ficando pra trás
infelizmente

os detentores deste capital paciente
parecem forçar a mão
pra experimentar tb o gostinho
do retorno financeiro

sob o discurso de que
assim
mais org. e projetos
podem ser apoiados

e assim
pouco a pouco
vai se esvaziando a paciência
deste capital

esse capital a ‘fundo perdido’
esse recurso doado a uma org ou projeto
vai sendo visto como
algo ultrapassado

vai sendo plugado
a um imaginário
de assistencialismo
de criação de dependência

será?

será que o instrumento financeiro utilizado
(subdídio, doação)
determina seu enfoque?

ao contrário do que se vê
no feed nosso de cada dia
esse tipo de capital
seguirá tendo papel chave
nas agendas da inovação social
(inclusive no campo dos negócios de impacto)

afinal
quem vai financiar:
– fortalecimento da sociedade civil?
– dinamizadores de negócios de impacto?
– inovação financeira pro impacto?
– produção de conhecimento sobre inovação social?
– fortalecimento de ecossistemas locais?
e
tantas outras frentes

você
org ou projeto sem modelo de negócio
pegue sua senha
e
espere na fila
pra, quem sabe
ser ouvido algum dia

#impactonaencruzilhada

1 comment

Comments are closed.

Penso que você vai gostar

meu unicórnio era um pangaré

que ótimo! apostei todas as fichas no unicórnio dourado mas logo após…

mentoria futebol clube

mentores de todo o mundo uni-vos a categoria anda desorganizada e aventureiros…