se os negócios de impacto
existem em função da existência
de problemas socioambientais

logo

se esses problemas acabarem
esses negócios também acabam?

por outro lado

há tantos problemas
socioambientais

em todos os cantos
e
de todos os tamanhos

que

resolvê-los
levará bastante tempo
e portanto
será preciso uma
frente ampla de soluções

esse raciocínio também vale
para o 3º setor
e para a filantropia

onde
diversas organizações
muitas vezes mantêm
(de forma consciente ou não)
seus beneficiários
num círculo de dependência

para
desta forma
não perderem
seu ‘objeto’
e
sua razão de existir
e de financiar-se

afinal
se o problema social ou ambiental
que tanto enfrentam
for exterminado
sua existência cai por terra

conclusão meio óbvia:
o tal mundo melhor
(mais justo, sustentável…)
que todos nós almejamos

fará tantos de nós
buscar novos empregos
e propósitos de vida

só nos resta saber
quando essa utopia
será alcançavel

se é que algum dia será

#impactonaencruzilhada

Compartilhe
2 comments

Comments are closed.

Penso que você vai gostar

ressaca

joãozinho foi disruptivo demais e seus métodos ágeis em sala de aula…
Compartilhe

fantasma freela

os manifestos bem que tentaram mas não tornaram as coisas melhores por…
Compartilhe