o paciente não ia muito bem
sentia falta do seu Conselho
não só de direcionamento estratégico
mas, sobretudo, de empatia

seu board
não tinha tempo
para aconselhar

os indicadores de oxigenação
seguiam em baixa
e
talvez um respirador
pudesse trazer
um novo gás
na gestão organizacional

o paciente andava
meio desnorteado

haveria algum medicamento
que recalibrasse sua
estratégia de atuação?

pediu apoio aos parceiros
mas os viu fechados
em suas próprias sobrevivências

tentou algum alento
dos seus pares de gestão
mas a retomada da economia
parecia ser prioridade

as desigualdades sociais
poderiam ficar pra depois

o bolso do paciente
andava curto
e esperava um olhar solidário
de seus colegas

ao menos um e-mail
pra saber como
estavam as coisas

mas, pelo visto
seguia sua jornada
de solidão
e vazio institucional

enquanto olhava ao redor
e
via mais muros
do que pontes

#impactonaencruzilhada

CategoriesImpacto Social
Compartilhe
  1. Pingback:intensivismo organizacional - Notícias Socioambientais das águas no Brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Begin typing your search above and press return to search. Press Esc to cancel.