Compartilhe

Não há merchan
Nem patrocinador master

Não há staff
Nem media training

Não há teoria de mudança
Nem modelo de negócio

Não há moet chandon
nem toalhas brancas

A produção é artesanal
visceral e insana

Venho me perguntando ultimamente
‘o que eu ganho com isso?’
(em manter uma rotina diária
de produção de conteúdo)

A resposta de momento:
‘não tenho a menor ideia’

Ver o fenômeno de influenciadores digitais
pelas redes sociais por aí
me ensina a não seguir essa trilha

Bombar de seguidores e likes
e transformar isso em $$

Se expor de forma absurda
e abrir mão de suas convicções

Será esse o único caminho?

Produzir conteúdo que gere likes
ou
que busque coerência com o que penso
e o que faço?

Produzir opiniões que não são
necessariamente as suas
pra sair bonito na foto?

Como dormir tranquilo a noite?

Pra alguns
(talvez a maioria)
os fins justificam os meios

Pra outros
o buraco é mais embaixo

Infelizmente tem nos faltado
outros tipos de exemplo

Ou será que temos tido preguiça
em procura-los?

Se o mundo é, de fato
mais multi-colorido e complexo
porque
seguimos enxergando-o
preto e branco?

#impactonaencruzilhada


Compartilhe