Artigos

como não ser um babaca pró impacto

muita gente quer mudar o mundo alguns pra valer outros pra inglês ver entre tantos que se cruzam nas trilhas socioambientais infelizmente há muita gente babaca sim isso mesmo pessoas com visões de mundo ultrapassadas preconceituosas consumistas anti-éticas puxadoras de tapete negacionistas caroneiras arrogantes enfim babacas que dizem querer mudar o mundo supostamente pra melhor...

bla bla bla de impacto

– impacto social veio pra ficar – millenials se importam com o tema – empresas são players ativos neste jogo – investidores pondo $$ pró-impacto e bla bla bla um aparente céu de brigadeiro sobre nós mas…. paradoxalmente os problemas socioambientais seguem pipocando em escala e urgência que nos deixam no chinelo por isso entendo...

é a economia (do compartilhamento), estúpido!

alguns a chamam por engano ou ingenuidade de economia colaborativa outros vem dissecando a tal da ‘uberização’ embora muitos comemorem oportunidades de trabalho como motorista de app ou entregadores de comida de app e celebrem as maravilhas de reservar um apê crescem também vários ‘senões’ neste debate quem ainda não leu, fica a dica: https://lnkd.in/eHQQx5H...

mãos ao auto-ajuda

por mais que você fuja a auto-ajuda vai te pegar seja no zap da família na reunião da firma na rede social laboral na loja de conveniência não adianta resistir auto-ajuda é líder de audiência goste ou não te ajude ou não aceite esse sinal dos deuses do mercado e sucumba a este seleto clube...

top top

vamos sabotar influenciadores digitais pseudo lideranças que fazem qualquer negócio por mais cliques e fama rascunhos fajutos de BBBs começam produzindo bom conteúdo e depois passam a produzir o que sua audiência quer consumir e chovem master class e cursos online ser um top voices é a meta a ser alcançada e não consequência não...

tabasco

quem acompanha meus posts aqui (e no meu blog) sabe que gosto de uma pimenta nas reflexões que proponho o curioso é que recebo muitos feedbacks interessantes neste sentido afinal ‘em terra de cego….’ recebo convites para falas apresentações e painéis mas também noto alguns não-convites para ambientes mais formais – eventos, publicações, etc –...

o mundo precisa de pirralhos(as)

graças aos pirralhos(as) temos grandes players em cheque líderes sendo confrontados empresas sendo expostas devemos aos pirralhos(as) dúzias de verdades inconvenientes pontos de vista divergentes perguntas impertinentes um brinde aos pirralhos(as) por nos lembrar da finitude dos recursos dos muitos furos no sistema da distopia longínqua da sustentabilidade um salve aos pirralhos(as) por nos tirar...

narrativas questionáveis

plantar uma sementinha cada um fazer sua parte juntos somos mais fortes somos todos parceiros vamos fazer para o ecossistema há recursos sobrando convidamos todo mundo basta boa vontade é só correr atrás acordou às 5 e alcançou o sucesso você é muito importante tem que ensinar a pescar filantropia e governos não deram conta...

somos uns vendidos?

quem é fazedor de impacto mais ligado à base tende a enxergar essa onda dos negócios de impacto com vários pés atrás alegam que a economia solidária e tantas outras expressões de resistência e sobrevivência já existem há tempos e sempre foram invisíveis ao mercado de fato muitos deles têm razão porém encarar esse novo...

me dá um projeto aí

por projetos as organizações cometem as maiores loucuras abandono de causas bate cabeças de equipes atuação caleidoscópica e esquizofrenia institucional afinal tudo é projeto é de onde vem o din-din pra manter salários e estruturas funcionando mesmo que precárias é onde se pratica malabarismo administrativo multiplicação dos pães e troca-troca de rubricas mas projetos são...