OK
o setor privado chegou com tudo
na agenda socioambiental
climática etc

antes
era visto
pela sociedade civil
como o dono do cheque

hoje
é bem mais do que isso

é player ativo na agenda
para o bem
ou para o mal

neste contexto
o que cabe então
à sociedade civil?

aceitar que é preciso
relacionar-se com o mercado
e
encontrar aí
meios de pautar suas transformações?

tornar-se um fornecedor do mercado
e
jogar o jogo
relativizando suas lutas históricas?

evitar o mercado
e
seguir lutando pra obter $
de torneiras fechando?

governos e cooperação internacional
já foram mais camaradas

como se vê
não há um único caminho
nem
bala de prata

reinventar-se constantemente
parece ser mais do que necessário
pra assegurar relevância
e
sobrevivência institucional

é aí
que a porca torce o rabo

pois
muitas OSCs
perdem esse jogo
pra si mesmas

ao
dobrarem suas apostas
em ideias ultrapassadas

de um passado distante
que não volta mais

#impactonaencruzilhada

1 comment

Comments are closed.

Penso que você vai gostar

o dono da ONG

se uma organização da sociedade civil (OSC) não tem dono como eles…