Compartilhe

tenho visto 4 personas diferentes
em programas de voluntariado:

1. Voluntário midiático

seu foco é sair bem na foto
e lacrar pra todo mundo
seu engajamento de prateleira

2. Voluntário remunerado
(ou compulsório)

aquele funcionário da firma
que por ‘livre espontânea pressão’
participa de alguma ação social
pra ficar bem com a chefia

3. Voluntário curricular

fulano está desempregado
e percebeu que se tiver alguma
experiência ‘social’ no seu currículo
se destacará em processos seletivos futuros

4. Voluntário turista

muita gente que não precisa se preocupar
com coisas terrenas
(contas, emprego, etc)
e se engaja em programas fora do país
pra viver experiências sociais inesquecíveis

apesar do meu tom ácido aqui
qualquer um dos tipos acima
pode servir como ótimas
portas de entrada
de pessoas comuns
à agenda social ou ambiental

do lado das organizações sociais
porém
esse movimento
pode gerar mais transtornos
do que ganhos estruturantes e contínuos

se elas pudessem dizer
com sinceridade
canalizariam boa parte desta boa vontade
dos voluntários
em recursos financeiros, materiais
e estratégicos

se quisermos mesmo
mudar o mundo
lamento informar que o
buraco é (bem) mais embaixo

#impactonaencruzilhada


Compartilhe