Desde o boom da sustentabilidade
(anos 90 pra cá)
e com a onda emergente
da agenda do ‘impacto’

nos deparamos com o que parece ser
a ‘universalização’ da questão socioambiental
na sociedade

Será?

Nunca é demais lembrar
que vivemos numa bolha
e que lá no ‘mundo real’
estes temas são ainda ‘anexos’

Enquanto nos acotovelamos na nossa bolha
disputando
espaço
parceiros
e recursos

O ‘mainstream’ avança a passos largos
sobre os recursos do nosso planeta
incluído nós, humanos

Deixando de lado o tom distópico
mas sem cair no mundo ‘cor de rosa do impacto’

vamos refletir:

– estaremos enxugando gelo?

– seremos todos uns vendidos ao sistema?

– estarei enganando a mim mesmo?

– seguiremos legitimando um modelo insustentável?

– seguiremos empregando nossa força de trabalho só pra ‘dorar a pílula’?

– seguiremos agindo no local enquanto os cachorros grandes agem no global?

– nos contentaremos com ‘trocados’ enquanto rios de dinheiro ampliam desigualdades?

Ou

– vamos jogar tudo pro alto e vender pulseirinha na praia?

Pra quem não vem da ‘base’
ou não tem compromisso com ela

O mundo do ‘impacto’
se apresenta como um lindo oceano azul

Para muitos de nós
porém

Esse oceano segue
cheio de plástico
metais pesados
titanics
e batalhas navais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Penso que você vai gostar

ex-pecialista

quando eu tinha outro chapéu institucional era convidado para eventos, diálogos carregava…